GLOBALIZAÇÃO, TRANSNACIONALIDADE E UM NOVO MARCO CONCEITUAL DE SOBERANIA POLÍTICA E A NECESSIDADE DE ADEQUAÇÕES JURÍDICO-POLÍTICAS PELA UNIÃO DE NAÇÕES SUL-AMERICANAS - UNASUL

Autores

  • Isaac Sabbá Guimarães

Palavras-chave:

Direito internacional público, Globalização, Transnacionalidade, Soberania, UNASUL

Resumo

O presente artigo tem como preocupação central a contextualização da tensão conceitual – e prática – normalmente verificável nas relações entre os entes políticos na esfera do Direito Internacional Público, especialmente em face dos comandos político-jurídicos das organizações internacionais, constatando-se, no entanto, um seu abrandamento devido a emergência de fenômenos como a Globalização e a Transnacionalização, que impõem reorganização das relações internacionais, favorecendo, por exemplo, o aparecimento de associações de Estados. É com base nessa circum-stantia que se passa a questionar o procedimento de relações instaurado com a UNASUL.

Biografia do Autor

Isaac Sabbá Guimarães

Doutor em Direito pela Universidade do Vale do Itajaí – UNIVALI. Doutor em Direito pela
Università Degli Studi di Perugia. Mestre em Direito pela Universidade de Coimbra. Rua 2950,
n. 300, Ed. Chandon, apto. 301, Centro, Balneário Camboriú, SC. CEP 88330-345. E-mail:
iguimaraes@mp.sc.gov.br.

Downloads

Publicado

2013-01-01

Como Citar

GUIMARÃES, I. GLOBALIZAÇÃO, TRANSNACIONALIDADE E UM NOVO MARCO CONCEITUAL DE SOBERANIA POLÍTICA E A NECESSIDADE DE ADEQUAÇÕES JURÍDICO-POLÍTICAS PELA UNIÃO DE NAÇÕES SUL-AMERICANAS - UNASUL. Revista da Faculdade de Direito do Sul de Minas, [S. l.], v. 29, n. 1, 2013. Disponível em: https://revista.fdsm.edu.br/index.php/revistafdsm/article/view/520. Acesso em: 13 ago. 2022.