O ABANDONO AFETIVO INVERSO DURANTE A PANDEMIA E O DEVER DE CUIDADO

Autores

  • Dirceu Pereira Siqueira Unicesumar - Maringá / PR
  • Caroline Akemi Tatibana Unicesumar - Maringá / PR

Palavras-chave:

Abandono Afetivo Inverso; Direitos dos Idosos; Dever de Cuidado; Pandemia.

Resumo

O presente artigo possui o objetivo de analisar o impacto da pandemia na vida e o cotidiano dos idosos que residem em Instituições de Longa Permanência (ILPI). Nesse sentido, pretende responder à seguinte indagação: o distanciamento social necessário durante a pandemia da Covid-19 impactou no cumprimento do dever de cuidado dos filhos maiores para com seus pais idosos? Para tanto, utilizar-se-á do método dedutivo e de pesquisa teórica e interdisciplinar de artigos de periódicos científicos das seguintes áreas: direito, políticas públicas e da saúde que buscavam responder à hipótese levantada. A pesquisa acerca do abandono afetivo inverso é de extrema relevância, uma vez que na sociedade atual, trata-se de um cenário recorrente.

Biografia do Autor

Dirceu Pereira Siqueira, Unicesumar - Maringá / PR

Pós-Doutor pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra (Portugal). Doutor e Mestre em Direito pela Instituição Toledo de Ensino (ITE). Coordenador e Professor Permanente do Programa de Mestrado e Doutorado em Ciências Jurídicas da Universidade Cesumar (UniCesumar). Líder do grupo de pesquisa CNPq Políticas Públicas e Instrumentos Sociais de Efetivação dos Direitos da Personalidade. Lattes: http://lattes.cnpq.br/3134794995883683. ORCID: https://orcid.org/0000-0001-9073-7759. E-mail: dpsiqueira@uol.com.br.

Caroline Akemi Tatibana, Unicesumar - Maringá / PR

Mestranda em Ciências Jurídicas pela Universidade Cesumar (Unicesumar). Especialista em Direito Público pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Pesquisadora e Bolsista pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências Jurídicas da Universidade Cesumar (Unicesumar). Integrante do grupo de pesquisa CNPq Políticas Públicas e Instrumentos Sociais de Efetivação dos Direitos da Personalidade. Lattes: http://lattes.cnpq.br/5465666032890866. ORCID: https://orcid.org/0000-0001-5485-4560. E-mail: carolakemi64@gmail.com.

Downloads

Publicado

2022-04-04

Como Citar

PEREIRA SIQUEIRA, D.; TATIBANA, C. A. O ABANDONO AFETIVO INVERSO DURANTE A PANDEMIA E O DEVER DE CUIDADO. REVISTA DA FACULDADE DE DIREITO DO SUL DE MINAS, [S. l.], v. 38, n. 1, p. 140–157, 2022. Disponível em: https://revista.fdsm.edu.br/index.php/revistafdsm/article/view/377. Acesso em: 2 jul. 2022.