A MEDIAÇÃO EM WARAT E O DIREITO FRATERNO NA SITUAÇÃO SANITÁRIA COVID-19

Autores

  • Francisco Ribeiro Lopes URI Santo `Ângelo
  • João Martins Bertaso URI Santo `Ângelo

Palavras-chave:

Direito fraterno, Mediação, Pandemia, Warat

Resumo

O trabalho tem por objetivo abordar o direito fraterno e a mediação em Luis Alberto Warat como mecanismos de transformação social na (re)construção cidadã em face da pandemia COVID-19. O direito fraterno possui como alicerce o entendimento que uns precisam dos outros e a mediação Waratiana fomenta a reflexão para o tratamento dos conflitos enaltecendo uma visão humanizada sobre a situação conflituosa dos atores sociais. Assim, o trabalho tem por questionamento como o direito fraterno e/ou a mediação em Luis Alberto Warat podem contribuir no contexto da pandemia COVID-19? Para tanto, a pesquisa se utilizou no estudo bibliográfico, o método de abordagem dedutivo e o método de procedimento monográfico. Dessa forma, visa fomentar novas perspectivas diante de uma situação que carece de atitudes e conscientizações humanizadas em prol do coletivo.

Biografia do Autor

Francisco Ribeiro Lopes, URI Santo `Ângelo

Doutorando e Mestre em Direito pela Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - URI Santo Ângelo; Pós-graduando em Direito Constitucional pela Faculdade Dom Alberto; Pós-graduando em Conciliação e Mediação de Conflitos pelo Centro de Mediadores e Instituto Superior de Educação; Especialista em Direito Previdenciário pela Escola da Magistratura Federal e Universidade de Caxias do Sul; Graduado em Direito pela Faculdade de Direito de Santa Maria; Membro da Academia de Letras e Artes Sepeense (ALAS) cadeira de número 15 - Carlos Drummond Andrade; Pesquisador no Grupo de Estudos sobre Conflito, Cidadania e Direitos Humanos da URI Santo Ângelo; Pesquisador no Grupo de Estudos em Direitos Humanos e Transformação Social (GPDHTS) da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO); Mediador Extrajudicial; Mediador de Conflitos na Prefeitura Municipal de São Sepé - RS. Lattes: http://lattes.cnpq.br/1182010403083586. ORCID: https://orcid.org/0000-0001-7368-0551. E-mail: franciscorlopes@icloud.com.

João Martins Bertaso, URI Santo `Ângelo

Pesquisador registrado no CNPq. Pós-doutorado pela UNISINOS. Doutor e Mestre em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina; Especialista em direito pela UFSM. Graduado em Direito pela Faculdade de Direito de Santo Ângelo; Graduado em Pedagogia pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Santo Ângelo. Professor Pesquisador vinculado a URI - Universidade Regional Integrada, de Santo Ângelo-RS. Coordenador executivo do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direito - Mestrado e Doutorado - URI - Ângelo-RS. Líder do grupo de pesquisa intitulado "Conflito, Cidadania e Direitos Humanos", vinculado ao CNPq. Lattes: http://lattes.cnpq.br/5939164234639660. ORCID: https://orcid.org/0000-0001-5533-2027. E-mail: joaomartinsbertaso@gmail.com.

Downloads

Publicado

2022-04-04

Como Citar

RIBEIRO LOPES, F. .; MARTINS BERTASO, J. . A MEDIAÇÃO EM WARAT E O DIREITO FRATERNO NA SITUAÇÃO SANITÁRIA COVID-19. REVISTA DA FACULDADE DE DIREITO DO SUL DE MINAS, [S. l.], v. 38, n. 1, p. 35–50, 2022. Disponível em: https://revista.fdsm.edu.br/index.php/revistafdsm/article/view/473. Acesso em: 2 jul. 2022.