EDUCAÇÃO DIGITAL: O ESTADO DA ARTE, OS DESAFIOS E AS PERSPECTIVAS PARA O LETRAMENTO UNIVERSAL DA POPULAÇÃO BRASILEIRA

Autores

Palavras-chave:

EDUCAÇÃO DIGITAL, LETRAMENTO DIGITAL, NOVAS TECNOLOGIAS, ACESSO À INTERNET, EXCLUSÃO DIGITAL

Resumo

O mundo está cada dia mais virtual. O uso das novas tecnologias está em franca expansão e atinge todas as searas da vida cotidiana. Atualmente já se fala, inclusive, que o acesso à internet é um direito fundamental do cidadão. Contudo, a realidade revela quadro de desigualdade e exclusão digital, de sorte que não são todas as pessoas que possuem efetiva acessibilidade à internet. Para além do acesso aos equipamentos, é imprescindível que haja a formação e capacitação dos cidadãos para o uso consciente da tecnologia. Nessa toada, sob o método dedutivo e pautado em revisão bibliográfica, o presente artigo tem por objetivo realizar uma radiografia sobre a educação/letramento digital da população brasileira, apontando a situação atual, os desafios e gargalos para a universalização do acesso à internet e também perspectivas para o futuro, com a apresentação de medidas que podem contribuir para a solução da questão.

Biografia do Autor

Heitor Moreira de Oliveira, UNIVEM

Mestrando em Direito pelo Centro Universitário Eurípedes de Marília – UNIVEM; Juiz de Direito no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo; Bacharel em Direito pela Universidade Federal de Goiás – UFG, com intercâmbio na Universidade de Coimbra; Especialista em Direito Previdenciário e em Direito Constitucional.

PAULO CEZAR DIAS, UNIVEM

Pós-Doutor pela Faculdade de Direito de Coimbra; Doutor em Direito pela Faculdade de Direito de São Paulo – FADISP; Bacharel e Mestre em Direito pelo Centro Universitário Eurípedes de Marília – UNIVEM; Professor do Programa de Mestrado do UNIVEM.

Referências

ABDET. ACADEMIA BRASILEIRA DE DIREITO DO ESTADO. Comentários ao Marco Civil da Internet. 2015. Disponível em: https://abdet.com.br/site/wp-content/uploads/2015/02/MCI-ABDET..pdf. Acesso em: 01 mai. 2022.

ABRANCHES, Sérgio Paulino; PADILHA, Maria Auxiliadora. Proi-digit@l: extensão e formação no contexto da inclusão digital. OLIVEIRA, Aurenéa Maria de; PEREIRA, Célia Maria Rodrigues da Costa; SILVA, Gildemarks Costa e (orgs.). Temas Contemporâneos em Educação. Extensão, cidadania e tecnologia. Recife: Editora UFPE, 2017. Disponível em: https://www.researchgate.net/profile/Marcelo-Miranda-15/publication/343523322_Extensao_universitaria_e_Pedagogia_Queer/links/5f2e10ac299bf13404ada347/Extensao-universitaria-e-Pedagogia-Queer.pdf. Acesso em: 01 mai. 2022.

ALMEIDA, Lília Bilati de; PAULA, Luiza Gonçalves de. O retrato da exclusão digital na sociedade brasileira. Revista de Gestão da Tecnologia e Sistemas de Informação. v. 2, n. 1, p. 55-67, 2005. Disponível em: https://www.scielo.br/j/jistm/a/7BZxyCX73JT9tJbBmsbfZ8w/abstract/?lang=pt. Acesso em: 18 mar. 2022.

BARROSO, Luís Roberto. A educação básica no Brasil: do atraso prolongado à conquista do futuro. Revista Direitos Fundamentais & Justiça. Ano 13, N. 14, p. 117-155.

Belo Horizonte: jul/dez 2019. Disponível em: https://dfj.emnuvens.com.br/dfj/article/view/812. Acesso em: 29 abr. 2022.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em 20 abr. 2022.

BRASIL. Controladoria-Geral da União. Secretaria Federal de Controle Interno. Relatório de Avaliação da Execução de Programas de Governo nº 16. Infraestrutura de Tecnologia da Informação para a Educação Básica Pública (PROINFO). Brasília: jan, 2013. Disponível em: https://auditoria.cgu.gov.br/download/2589.pdf. Acesso em: 22 abr. 2022.

BRASIL. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua ‐ PNAD Contínua 2018. Brasília: 2020. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/index.php/%20bibliotecacatalogo?view=detalhes&id=2101705. Acesso em: 16 mar. 2022.

BRASIL. Presidência da República. Lei nº 12.965, de 23 de abril de 2014. Estabelece princípios, garantias, direitos e deveres para o uso da Internet no Brasil. Brasília: 2014. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/lei/l12965.htm. Acesso em: 16 mar. 2022.

BRASIL. Supremo Tribunal Federal. Pesquisa avançada repercussão geral. Tema 0548. Brasília: 2022. Disponível em: http://portal.stf.jus.br/jurisprudenciaRepercussao/verAndamentoProcesso.asp?incidente=5085176&numeroProcesso=1008166&classeProcesso=RE&numeroTema=548.

Acesso em: 06 abr. 2022.

CASTRO JUNIOR, Orlando Vieira de. Competência em informação e inclusão digital no Brasil. Revista da CGU. v. 11, n. 18. Brasília: 2019. Disponível em: https://doi.org/10.36428/revistadacgu.v11i18.131. Acesso em: 01 abr. 2022.

CETIC.br – CENTRO DE ESTUDOS SOBRE TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO DO COMITÊ GESTOR DA INTERNET BRASIL. Apresentação dos Principais Resultados: TIC Domicílios 2019. NIC.BR, 2020. Disponível em: https://cetic.br/media/analises/tic_domicilios_2019_coletiva_imprensa.pdf.

Acesso em: 26 abr. 2022.

CRISTÓVAM, José Sérgio da Silva; SAIKALI, Lucas Bossoni; SOUSA, Thanderson Pereira de. Governo digital na implementação de serviços públicos para a concretização de direitos sociais no Brasil. Seqüência. Publicação do Programa de Pós-Graduação em Direito da UFSC. v. 41, n. 84, 2020. Disponível em: https://doi.org/10.5007/2177-7055.2020v43n84p209. Acesso em: 14 mar. 2022.

FELISDÓRIO, Rodrigo. Transformação Digital: Pessoas, estratégia e tecnologia gerando mais impacto para a sociedade. Revista do TCU. N. 145. Brasília: 2020. Disponível em: https://revista.tcu.gov.br/ojs/index.php/RTCU/article/view/1663. Acesso em: 11 abr. 2022.

FGV. FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS. Núcleo de Estudos da Burocracia. A pandemia de COVID-19 e os(as) profissionais das Defensorias Públicas. Nota Técnica. [s.l.], agosto de 2020. Disponível em: https://neburocracia.files.wordpress.com/2020/08/rel06-defensoria-covid-19-v4-1.pdf. Acesso em: 24 fev. 2022.

FRIAS FILHO, Otavio. O que é falso sobre fake news. Revista USP. N. 116. São Paulo: 2018. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revusp/article/download/146576/140222/294465. Acesso em: 03 mai. 2022.

GARCIA, Maria. Acesso à internet, direito fundamental: os fins e os meios. Revista Argumentum. V. 22, N. 3. Marília-SP, set.-dez. 2021, p. 913-923. Disponível em: http://ojs.unimar.br/index.php/revistaargumentum/article/view/1657/0.

Acesso em: 13 mar. 2022.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Editora Atlas, 2002.

HELFENSTEIN, Mara Juliane Woiciechoski; VELASQUES, Matheus Trindade. Educação em direitos humanos e letramento digital: uma proposta de formação para a cidadania. Revista Interdisciplinar de Direitos Humanos. v. 9, n. 2, p. 185-208, Bauru, SP: 2021. Disponível em: https://doi.org/10.5016/ridh.v9i2.106. Acesso em: 03 mai. 2022.

MALISKA, Marcos Augusto. Art. 205. CANOTILHO, J. J. Gomes; MENDES, Gilmar Ferreira; SARLET, Ingo Wolfgang; STRECK, Lenio Luiz (orgs.). Comentários à Constituição do Brasil. São Paulo: Saraiva/Almedina, 2013, p. 1.964-1.966.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Metodologia do trabalho científico. 4ª ed. São Paulo: Editora Atlas, 1992.

MARSHALL, T. H. Cidadania, classe social e status. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1967. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/999642/mod_resource/content/1/MARSHALL%2C%20T.%20H.%20Cidadania-Classe-Social-e-Status.pdf. Acesso em 29 abr. 2022.

MAURICIO JR., Alceu. A revisão judicial das escolhas orçamentárias: a intervenção judicial em políticas públicas. Belo Horizonte: Fórum, 2009.

MOREIRA, Carla. Letramento digital: do conceito à prática. Anais do SIELP. V. 2, N. 1. Uberlândia: EDUFU, 2012. Disponível em: http://www.ileel.ufu.br/anaisdosielp/wp-content/uploads/2014/06/volume_2_artigo_051.pdf. Acesso em: 03 mai. 2022.

MUNIZ, Cátia Regina; LEUGI, Guilherme Bergo; PEREIRA, Cleide de Marco; PRZEYBILOVICZ, Érico; ALVES, Angela Maria. Uma análise sobre exclusão digital durante a pandemia de Covid-19 no Brasil: quem tem direito às cidades inteligentes? Revista de Direito da Cidade. vol. 13, n. 2, p. 700-728, Rio de Janeiro, RJ: 2021. Disponível em: https://doi.org/10.12957/rdc.2021.54909. Acesso em: 25 mar. 2022.

NAUGHTON, John. The evolution of the Internet: from military experiment to General Purpose Technology. Journal of Cyber Policy. Vol. 1. No. 1. Chatham House:

The Royal Institute of International Affairs, 2016, p. 5-28. Disponível em: https://doi.org/10.1080/23738871.2016.1157619. Acesso em: 01 mar. 2022.

NEPOMUCENO, Thiago Leão. Cibertrabalho: a era digital e as relações de trabalho. Desafios para uma coexistência constitucional harmônica. Revista de Estudos Jurídicos do Superior Tribunal de Justiça. V. 1. N. 1. Brasília, DF: 2020. Disponível em: https://rejuri.stj.jus.br/index.php/revistacientifica/article/view/128.

Acesso em: 22 abr. 2022.

PACHECO, Márcia Arantes Buiatti. Educação digital: uma perspectiva de inclusão no cotidiano da escola. Dissertação. Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Uberlândia. Mestrado em Educação. Uberlândia: 2011. Disponível em: https://repositorio.ufu.br/bitstream/123456789/13844/1/Diss%20Marcia.pdf.

Acesso em: 30 abr. 2022.

PES, João Hélio Ferreira. O direito fundamental implícito de acesso às novas tecnologias da informação e comunicação. Anais. 3º Congresso Internacional de Direito e Contemporaneidade: mídias e direitos da sociedade em rede. Santa Maria, RS: mai. 2015. Disponível em: http://www.ufsm.br/congressodireito/anais/2015/6-11.pdf.

Acesso em: 21 abr. 2022.

PRICEWATERHOUSECOOPERS BRASIL LTDA. INSTITUTO LOCOMOTIVA. O abismo digital no Brasil. Como a desigualdade de acesso à internet, a infraestrutura inadequada e a educação deficitária limitam nossas opções para o futuro. 2022. Disponível em: https://www.pwc.com.br/pt/estudos/preocupacoes-ceos/mais-temas/2022/O_Abismo_Digital.pdf. Acesso em: 29 abr. 2022.

RIGBY, Darrell. The Future of Shopping. Harvard Business Review. Cambridge, Massachusetts, United States: Harvard Business Publishing, 2011. Disponível em: https://hbr.org/2011/12/the-future-of-shopping. Acesso em: 04 mai. 2022.

RIBEIRO, Leila Maria Tinoco Boechat; SOUZA, Carlos Henrique Medeiros de; LUQUETTI, Eliana Crispim França. Letramento digital do cidadão: proposta inclusiva no âmbito do Judiciário para efetividade ao direito de acesso à justiça eletrônica. Revista Eletrônica do CNJ. v. 5, n. 2, Brasília: 2021. Disponível em: https://doi.org/10.54829/revistacnj.v5i2.210. Acesso em: 22 abr. 2022.

ROHLING, Marcos. As Origens Filosóficas e Jurídicas da Educação Como Direito Público Subjetivo. Revista Direito Público. v. 19. n. 101. Brasília: 2022. Disponível em: https://www.portaldeperiodicos.idp.edu.br/direitopublico/article/view/4035/2597. Acesso em: 04 mai. 2022.

ROSA, Fernanda Ribeiro. Inclusão digital como política pública: disputas no campo dos direitos humanos. SUR. Revista Internacional de Direitos Humanos. v. 10, n. 18, p. 33-55, São Paulo: 2013.

SALDANHA, Alexandre Henrique Tavares; MEDEIROS, Pablo Diego Veras. Processo judicial eletrônico e inclusão digital para acesso à justiça na sociedade da informação. Processo Judicial Eletrônico. Ano IX, n. 90, jul. 2020. Disponível em: https://juslaboris.tst.jus.br/bitstream/handle/20.500.12178/180070/2020_saldanha_alexandre_processo_judicial.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 14 abr. 2022.

SARLET, Gabrielle Bezerra Sales; MENDES, Beatriz Lourenço. Novas Tecnologias, Divisão Digital e o Direito à Saúde em Tempos de Covid-19: Perspectivas de Gestão e de Governança no Brasil. Revista Direito Público. v. 17. n. 94. Brasília: 2020. Disponível em: https://www.portaldeperiodicos.idp.edu.br/direitopublico/article/view/4473.

Acesso em: 04 mar. 2022.

SCHILLER, Cristiano O. S. B. Tribunais virtuais e tecnologias disruptivas como meios de ampliação do acesso à Justiça. Revista de Direito e as Novas Tecnologias. V. 13. São Paulo: Revista dos Tribunais, out.-dez. 2021. Disponível em: https://dspace.almg.gov.br/handle/11037/42705. Acesso em: 25 mar. 2022.

SCHWAB, Klaus. A Quarta Revolução Industrial. Trad. por Daniel Moreira Miranda.

São Paulo: Edipro, 2016.

SILVEIRA, Adriana A. Dragone Silveira. A busca pela efetividade do direito à educação: análise da atuação de uma Promotoria de Justiça da Infância e Juventude do interior paulista. Educar em Revista. N. especial 2. Curitiba: Editora UFPR, 2010. Disponível em: https://www.scielo.br/j/er/a/JhjBkg7Pt7PGKCvSvrSQjhz/?format=pdf&lang=pt.

Acesso em: 03 mai. 2022.

SIQUEIRA, Dirceu Pereira; LARA, Fernanda Corrêa Pavesi; LIMA, Henriqueta Fernanda C.A.F. Acesso à Justiça em tempos de pandemia e os reflexos nos direitos da personalidade. Revista da Faculdade de Direito da UERJ. Rio de Janeiro, n. 38, dez. 2020. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/rfduerj/article/view/51382. Acesso em: 04 mar. 2022.

SOFFNER, Renato. Tecnologia e Educação: um diálogo Freire – Papert. Revista

Tópicos Educacionais – UFPE. V. 19, N. 1. Recife: jan/jun, 2013. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/topicoseducacionais/article/viewFile/22353/18549. Acesso em: 01 mai. 2022.

SOLIS, Julio Ismael Camacho. La pandemia digital para el trabajo por el Sars-Cov-2 (COVID 19). UNISUL de Fato e de Direito: Revista Jurídica da Universidade do Sul de

Santa Catarina. V. 10. N. 21. Tubarão, SC: 2020. Disponível em: http://dx.doi.org/10.19177/ufd.v10e212020123-138. Acesso em: 04 mai. 2022.

SOUZA, Carlos Magno Alves de. Acessibilidade digital em tempos de pandemia: um direito fundamental. Revista Direitos Fundamentais e Alteridade. v. 4, n. 2, p. 143-160, Salvador: jul.-dez. 2020. Disponível em: https://periodicos.ucsal.br/index.php/direitosfundamentaisealteridade/article/view/783/586. Acesso em: 25 fev. 2022.

TEIXEIRA, Anísio. Educação é um direito. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 1996.

Downloads

Publicado

2023-09-26

Como Citar

OLIVEIRA, H. M. de .; DIAS, P. C. . EDUCAÇÃO DIGITAL: O ESTADO DA ARTE, OS DESAFIOS E AS PERSPECTIVAS PARA O LETRAMENTO UNIVERSAL DA POPULAÇÃO BRASILEIRA. Revista da Faculdade de Direito do Sul de Minas, [S. l.], v. 39, n. 2, 2023. Disponível em: https://revista.fdsm.edu.br/index.php/revistafdsm/article/view/516. Acesso em: 13 abr. 2024.

Edição

Seção

Dossiê "Educação e Direito"