TRANSVERSALIDADE CURRICULAR E ATUAÇÃO DOCENTE: EM BUSCA DE UMA EDUCAÇÃO JURÍDICA DEMOCRÁTICA

Autores

Palavras-chave:

educação jurídica, democracia, transversalidade curricular, interdisciplinaridade, metodologias ativas

Resumo

A educação se revela como um direito fundamental indispensável para o desenvolvimento das democracias contemporâneas. Diante disso, o artigo se dispõe a estudar o melhoramento do ensino jurídico no país pelo emprego da transversalidade e da implementação de metodologias ativas de ensino. Partindo disso, o estudo objetiva analisar alguns aspectos curriculares dos cursos jurídicos no Brasil, a partir de uma abordagem transversal, que é mais alinhada a uma educação jurídica crítica e interdisciplinar. Além disso, também é estudado o papel cabível aos professores no processo de materialização curricular, inclusive com a utilização de metodologias participativas. Com tais inovações pedagógicas, defende-se o aumento da capacidade do discente de desenvolver as competências demandadas pela contemporaneidade. Para tanto, a pesquisa se vale do método de pesquisa teórico dedutivo. Assim, observou-se que a educação jurídica brasileira pode assumir um viés mais democrático quando a transversalidade é um elemento fundamental para concretização do currículo.

Biografia do Autor

Alcivan Santos de Medeiros, UFERSA

Mestrando em Direito (PPGD-UFERSA). Especialista em Conciliação e Mediação, bem como Direito Penal e Processual Penal. Bacharel em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Membro integrante do grupo de pesquisa DiGiCult (UFERSA). Áreas de interesse: Direito Constitucional; Direito Internacional; Direito Digital.

Ramon Rebouças Nolasco de Oliveira, UFERSA

Ramon Rebouças Nolasco de Oliveira é doutor em Direito pela Universidade de Brasília (UnB). Professor da Graduação e do Mestrado em Direito da Universidade Federal Rural do Semi-árido (UFERSA). Lattes: http://lattes.cnpq.br/3485140030713827. ORCID: https://orcid.org/0000-0003-2445-6136. E-mail: ramon.reboucas@ufersa.edu.br.

Referências

AIRES, Joanez A. Integração curricular e interdisciplinaridade: sinônimos? Educ. Real., Porto Alegre, v. 36, n.1, p. 215-230, jan./abr., 2011.

ARAUJO, Alberto Filipe; FERNANDES, José Pedro Ribeiro de Matos; ARAUJO, Joaquim Machado de. A educação na contemporaneidade: entre a emancipação e o retrocesso. Rev. Bras. Educ., v. 26, p. 1-23, 2021. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbedu/a/CMfrVRSLrCwfFm6sdD8fbVR/abstract/?lang=pt. Acesso em: 17 jan. 2022.

BIERMANN, Laís Sales; ANDRADE, Denise Almeida de. Desafios do ensino jurídico no Brasil no século XXI: metodologia tradicional versus metodologia participativa. Revista de Pesquisa e Educação Jurídica, [S.L.], v. 7, n. 1, p. 35–52, jan./jul., 2021.

BOURDIEU, Pierre; PASSERON, Jean-Claude. A reprodução: elementos para uma teoria do sistema de ensino. 3. ed. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1992.

CLARES, Pilar Martínez; MORGA, Natalia González. El dominio de competencias transversales em Educación Superior en diferentes contextos formativos. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 45, p. 1-23, 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ep/a/3nvyrGqLggFfdrcmbrGPSbG/abstract/?lang=es. Acesso em: 12 jan. 2022.

FELIX, Loussia Penha Musse (Org.). Ensino superior na América Latina: reflexões e perspectivas sobre Direito. Projeto Tuning América Latina. Bilbao: Universidad de Deusto, 2014.

FIGUEIREDO, Carla; LEITE, Carlinda; FERNANDES, Preciosa. Entre os enunciados políticos e os corredores de liberdade nas práticas curriculares dos professores. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 45, p. 1-19, 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ep/a/HZgNM6p3cvtWTJSvyZnTm3n/?lang=pt. Acesso em: 12 jan. 2022.

FRAGALE FILHO, Roberto. (Novas) diretrizes curriculares e pesquisa em direito: desafios Humboldtianos. In: RODRIGUES, Horácio Wanderlei (Org.). Educação Jurídica no século XXI: as novas diretrizes curriculares nacionais do curso de direito e seus limites e possibilidades. Florianópolis: Habitus, 2019.

FREIRE, Paulo. Educação e mudança. 12. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979.

GHIRARDI, José Garcez. O instante do encontro: questões fundamentais para o ensino jurídico. São Paulo: Fundação Getúlio Vargas, 2012.

JANEČEK, Václav; WILLIAMS, Rebecca; KEEP, Ewart. Education for the provision of technologically enhanced legal services. Computer Law & Security Review, v. 40, april, 2021.

JAPIASSU, Hilton. Interdisciplinaridade e patologia do saber. Rio de Janeiro: Imago, 1976.

LEISTER, Margareth Anne; TREVISAM, Elisaide. A necessidade da transversalidade no ensino jurídico para uma efetiva contribuição do jurista no desenvolvimento da sociedade: um olhar segundo reflexões de Edgar Morin. In: GHIRARDI, José Garcez; FEFERBAUM, Marina (Orgs.). Ensino do direito em debate: reflexões a partir do 1° Seminário Ensino Jurídico e Formação Docente. São Paulo: Direito GV, 2013.

LIMA, Stephane Hilda Barbosa. Formação jurídica, metodologias ativas de ensino e a experiência da graduação da escola de direito de São Paulo (FGV Direito SP). 2018. 175 f. Dissertação (Mestrado) - Faculdade de Direito, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2018.

LOPES, Alice Casimiro; MACEDO, Elizabeth. Teorias de currículo. São Paulo: Cortez, 2011.

MASETTO, Marcos Tarciso; TAVARES, Cristina Zukowsky. Inovação e a Universidade. In: GHIRARDI, José Garcez; FEFERBAUM, Marina (Orgs.). Ensino do direito em debate: reflexões a partir do 1° Seminário Ensino Jurídico e Formação Docente. São Paulo: Direito GV, 2013.

MORGADO, José Carlos. Políticas, contextos e currículo: desafios para o século XXI. In: MORGADO, José Carlos; SOUSA, Joana. MOREIRA, Antonio Flávio. VIEIRA, Arlindo (Orgs.). Currículo, formação e internacionalização: desafios contemporâneos. Portugal: Universidade do Minho, 2018.

MORIN, Edgar. Complexidade e transdisciplinaridade: a reforma da universidade e do ensino fundamental. Natal: EDUFRN, 2000.

OLIVEIRA, Ramon Rebouças Nolasco de. Educação jurídica em contextos de inovação pedagógica e sociocultural: a experiência brasileira nas perspectivas docente e discente da FD-UnB e UFERSA. 2019. 509 f. Tese (Doutorado em Direito) - Universidade de Brasília, Brasília, 2019.

PAIVA, Kely César Martins de; LAGE, Fernando Procópio; SANTOS, Sthefania Navarro dos; SILVA, Carla Ribeiro Volpini. Competências profissionais e interdisciplinaridade no Direito: percepções de discentes de uma faculdade particular mineira. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 37, n. 2, p. 355-373, maio/ago., 2011.

PEREIRA JÚNIOR, Antonio Jorge Ferreira; MELO, Felipe Antônio de Castro Bezerra Morais. A relevância da prudência nos métodos de ensino participativo para a didática jurídica. Conhecimento & Diversidade, Niterói, v. 10, n. 20, p. 116-128, 2018.

PERONI, Vera Maria Vidal; LUMERTZ, Juliana Selau. A produção de conhecimento e formação de professores no processo de construção da democracia. Imagens da Educação, v. 11, n. 2, p. 212-232, 17 jul. 2021. Disponível em: https://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ImagensEduc/article/view/54446. Acesso em: 25 maio 2022.

PINHEIRO, Petrilson A. Pesquisa em contextos de ensino e aprendizagem por meio do uso da internet: uma ecologia de saberes. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 44, p.1-15, 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ep/a/m9FwX6cnRtP6BZmZc4g9Z6K/. Acesso em: 17 fev. 2022.

POLONIA, Ana da Costa; SANTOS, Maria de Fátima Souza. Desenvolvimento de competências na perspectiva de docentes de ensino superior: estudo em representações sociais. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 46, p. 1-19, 2020. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ep/a/CpP9k7HDQpKDX4s5G7v6SQJ/. Acesso em: 10 jan. 2022.

RUBIANO, Keila Andrade Alves; GABRICH, Frederico de Andrade. O ensino jurídico da mediação: uma abordagem transdisciplinar. Revista de Pesquisa e Educação Jurídica, v. 7, n. 1, p. 01-17, jan./jul., 2021.

SILVA, Daiane da Luz; CAPUTO, Maria Constantina; VERAS, Renata Meira. Educação em direitos humanos no currículo das licenciaturas de instituições federais de educação superior. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 47, p.1-23, 2021. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ep/a/Ww8gwj3TyTzgqcWzBBzvHZv/. Acesso em: 15 fev. 2022.

SILVA, Luís Fernando Santos Corrêa da; MUZZATTO, Egidiane Michelotto. Educação para a cidadania democrática: desafios, impasses e perspectivas. Educação, v. 44, n. 1, p. 1-15, 21 jun. 2021. Disponível em: https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/32656. Acesso em: 26 maio 2022.

SILVA, Roberto Rafael Dias da. Por uma agenda curricular democrática com foco na inovação educativa para o Brasil. Educação em Revista, v. 37, n. 1, p. 1-16, 14 out. 2021. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/edrevista/article/view/25641. Acesso em: 27 maio 2022.

VELOSO, Maristela Midlej Silva de Araujo; BONILLA, Maria Helena Silveira. O professor e a autoria em tempos de cibercultura: a rede da criação dos atos de currículo. Rev. Bras. Educ., v. 23, p. 1-23, 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbedu/a/Z56Lw7VVRmJCfSFByNLsWDy/abstract/?lang=pt. Acesso em: 19 jan. 2022.

VIEIRA, Alexandro Braga; RAMOS, Ines de Oliveira; SIMÕES, Renata Duarte. Inclusão de alunos com deficiência e transtornos globais do desenvolvimento: atravessamentos nos currículos escolares. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 44, p.1-18, 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ep/a/vYybKS3wH7D9yfPrvLNstCR/?lang=pt. Acesso em: 16 fev. 2022.

VOSGERAU, Dilmeire Sant'Anna Ramos; OLIVEIRA, Jelson Roberto de; SPRICIGO, Cinthia Bittencourt; MARTINS, Vidal. O modelo de competências: uma ferramenta para o planejamento da aprendizagem ativa. 1 ed. Curitiba: PUC WEB, 2014.

WOLKMER, Antonio Carlos. História do direito no Brasil. 3. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2003.

YUS, Rafael. Temas transversais: em busca de uma nova escola. Porto Alegre: Artmed, 1988.

ZIMIANI, Doroteu Trentini; HOEPPNER, Márcio Grama. A interdisiciplinaridade no ensino do Direito. Akrópolis Umuarama, v. 16, n. 2, p. 103–107, abr./jun., 2008.

Downloads

Publicado

2023-09-26

Como Citar

MEDEIROS, A. S. de; OLIVEIRA, R. R. N. de. TRANSVERSALIDADE CURRICULAR E ATUAÇÃO DOCENTE: EM BUSCA DE UMA EDUCAÇÃO JURÍDICA DEMOCRÁTICA. Revista da Faculdade de Direito do Sul de Minas, [S. l.], v. 39, n. 2, 2023. Disponível em: https://revista.fdsm.edu.br/index.php/revistafdsm/article/view/617. Acesso em: 14 abr. 2024.

Edição

Seção

Dossiê "Educação e Direito"