PESQUISA EMPÍRICA SOBRE O DIREITO EDUCACIONAL NA EDUCAÇÃO JURÍDICA DE CAMPINAS, SÃO PAULO

Autores

Palavras-chave:

Direito educacional, Educação jurídica, Pesquisa empírica

Resumo

O artigo questionou: que concepções de Direito Educacional têm estudantes e coordenadores de cursos de Direito da cidade de Campinas, SP? Anísio Teixeira foi o referencial teórico, filósofo da educação e figura ativa no desenvolvimento de políticas educacionais no Brasil. A metodologia consistiu em pesquisa bibliográfica, documental e empírica, tendo usado os instrumentos questionário, entrevista e grupo focal. Os resultados indicaram que: (i) os estudantes concluintes de cursos de Direito percebem a importância da educação, no entanto demonstraram desconhecimento quanto à legislação educacional; (ii) os coordenadores de curso demonstraram desconhecimento quanto à autonomia do Direito Educacional e (iii) o Direito Educacional é tema fecundo para pesquisas acadêmicas. Por fim, a gestão educacional dos cursos apresenta, em sua maioria, estrutura considerável no PPC (Projeto Pedagógico de Curso) mas, ao que apontam os resultados da pesquisa, não reverberam à prática da democracia na rotina das instituições de Direito da cidade.

Biografia do Autor

Camilla de Caprio Villanova, PUC-Campinas

Mestra em Educação pela PUC Campinas. Bacharel em Direito pela FACAMP. Advogada. E-mail: camillavillanova@gmail.com.

Samuel Mendonça, PUC - Campinas

Professor do PPG Educação da PUC Campinas. Bolsista Produtividade em Pesquisa do CNPq. Presidente da Sociedade Brasileira de Filosofia da Educação. E-mail: samuelms@gmail.com.

Referências

ABRADE. Associação Brasileira de Direito Educacional. Disponível em http://www.abrade.org.br/. Acesso em 27 abr. 2019.

BARROSO, Luís Roberto. Curso de direito constitucional contemporâneo: os conceitos fundamentais e a construção do novo modelo. São Paulo: Saraiva, 2017.

BOAVENTURA, Edivaldo M. Um Ensaio de Sistematização do Direito Educacional. Brasília: s/e, 1996.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília: Nacional. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em 13 nov. 2019a.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDBEN). Lei 9394/96. Brasília, 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 27 abr. 2019b.

BRASIL. Resolução CNE/CES nº 9, de 29 de setembro de 2004. Brasília, 2004. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/rces09_04.pdf. Acesso em 27 abr., 2019c.

BRASIL. Parecer CNE/CES nº 635, de 4 de outubro de 2018. Brasília, 2018. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=100131-pces635-18&category_slug=outubro-2018-pdf-1&Itemid=301921. Acesso em 15 nov. 2019d.

BRASIL. Assembleia Legislativa. Projeto de Lei PL 678/2007. Consolida a legislação educacional brasileira em complementação a Lei de Diretrizes e Base da Educação Nacional. Brasília, 2007. Disponível em: https://www.camara.leg.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra;jsessionid=D4B032C9FAC5BD3E94FDA6EF73D1BA22.node2?codteor=516849&filename=Avulso+-PL+678/2007. Acesso em 26 mai. 2019e.

BRASIL. MEC. Sistema e-MEC. Brasília, 2017. Disponível em: http://emec.mec.gov.br/. Acesso em 05 mai. 2019f.

BRASIL. Resolução CNE/CES nº 5, de 17 de dezembro de 2018. Brasília, 2018. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/docman/dezembro-2018-pdf/104111-rces005-18/file. Acesso em 27 abr. 2020.

CARVALHO, N. de P. Uma análise do ensino jurídico no Brasil. Revista Jurídica Da FA7. [S.l.], n. 8, v. 1, p. 249-260. Disponível em: https://doi.org/10.24067/rju7,8.1:125. Acesso em 20 out. 2020.

CASTIGIO, Santiago; MARTINO, Vânia. A Educação como “prioridade”: O Direito Educacional na Matriz Curricular dos Cursos de Direito das Universidades Federais Brasileiras. Camine: Caminhos da Educação. [S.l.], v. 8, n. 2, p. 172-188, 2017.

CASTRO. Pierre Santos. A organização do Curso de Direito da Universidade Estadual de Roraima à luz da Resolução CNE/CES nº 09/2004. 2018. 136f. + 570f. Anexos. Tese de Doutorado em Educação: Currículo - Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2018.

DI DIO, Renato Alberto Teodoro. Contribuição à Sistematização do Direito Educacional. Tese livre docência. São Paulo: Faculdade de Educação. Universidade de São Paulo, 1981.

HERITT, Shirley. Docência da Disciplina de Psicologia no Curso de Direito: saberes e práticas. 2012. 106f. Dissertação de Mestrado em Educação - Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2012. Disponível em http://www.bibliotecadigital.uel.br/document/?code=vtls000178506. Acesso em 20 nov. 2018.

JOAQUIM, Nelson. Direito Educacional Brasileiro: história, teoria e prática. 3 ed. Rio de Janeiro: Freitas Bastos, 2015.

MARCHESE, Fabrizio. A crise do ensino jurídico no Brasil e as possíveis contribuições da educação geral. 2006. 263p. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, Campinas, SP. Disponível em: http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/252532. Acesso em: 14 nov. 2018.

NOBRE, José Aguiar; Mendonça, Samuel. Desafios para a educação democrática e pública de qualidade no Brasil. 1. ed. Curitiba: Appris, 2016.

OAB. Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil. Programa OAB Recomenda Selo OAB. 4.ed. 2011. Disponível em: http://www.uneb.br/files/2011/11/Programa_OAB_Recomenda.pdf. Acesso em 02 nov. 2019.

ONU. Declaração Universal Dos Direitos Humanos. Adotada e proclamada pela resolução 217 A (III) da Assembléia Geral das Nações Unidas em 10 de dezembro de 1948. Disponível na Biblioteca Virtual de Direitos Humanos da Universidade de São Paulo em: www.direitoshumanos.usp.br. Acesso em 03 nov. 2018.

SAMUEL Geoffrey. Epistemology and Method in Law. New York: Routledge, 2016.

TEIXEIRA, Anísio S. Educação é um direito: dependência essencial da democracia da efetivação desse direito; a educação como problema político e sua organização e administração como serviço público especial e autônomo; bases para um plano de organização dos sistemas estaduais de educação. Brasília: Cia. Ed. Nacional, 1968a.

TEIXEIRA, Anísio S. Educação não é privilégio. Brasília: Cia. Ed. Nacional, 1968b.

TEIXEIRA, Anísio S. Pequena introdução à filosofia da educação: a escola progressiva ou a transformação da escola. Brasília: Companhia Editora Nacional, 1968c.

TEIXEIRA, Anísio S. Educação e o mundo moderno. Brasília: Cia. Ed. Nacional, 1969.

TEIXEIRA, Anísio S. Filosofia e educação. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos. Rio de Janeiro, v. 32, n. 75, p.14-27, jul./set., 1959.

TEIXEIRA, Anísio S. Em marcha para a democracia: à margem dos Estados Unidos. In: NUNES, Clarice (Org.). Rio de Janeiro: UFRJ, 2007.

Downloads

Publicado

2023-09-26

Como Citar

VILLANOVA, C. de C.; MENDONÇA, S. PESQUISA EMPÍRICA SOBRE O DIREITO EDUCACIONAL NA EDUCAÇÃO JURÍDICA DE CAMPINAS, SÃO PAULO. Revista da Faculdade de Direito do Sul de Minas, [S. l.], v. 39, n. 2, 2023. Disponível em: https://revista.fdsm.edu.br/index.php/revistafdsm/article/view/665. Acesso em: 19 maio. 2024.

Edição

Seção

Dossiê "Educação e Direito"